Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Grupo de Estudos Surdos na Amazônia Tocantina inicia projeto de produção de material didático

  • Publicado: Sexta, 06 de Abril de 2018, 20h21
  • Última atualização em Sexta, 06 de Abril de 2018, 20h29
  • Acessos: 475

tecnologia_bilíngue

O Grupo de Estudos Surdos na Amazônia Tocantina (GESAT), em parceria com a Faculdade de Sistemas de informação, irá iniciar, nesta quinta-feira, 5 de abril, as atividades do projeto “Produção de Material Didático para Educandos Surdos na Amazônia Tocantina: A Tecnologia como Ferramenta Bilíngue na Inclusão Educacional”, no Campus Universitário do Tocantins/Cametá. O projeto visa capacitar profissionais inclusivos, que contribuirão para a educação e a acessibilidade de educandos surdos da região.

O Grupo de Estudos Surdos na Amazônia Tocantina, coordenado pela professora Waldma Oliveira, junto à Faculdade de Sistemas de informação, dirigida pelo professor Fabrício Farias, e a Escola Estadual Osvaldina Muniz assinaram um Termo de Cooperação no qual a ação do projeto em questão será desenvolvida na Escola. Assim, os funcionários e os alunos surdos matriculados terão formação e acompanhamento durante a vigência do Programa Institucional de Bolsas de Extensão (Pibex) 2018.

O projeto tem o objetivo de promover formação continuada aos professores da educação básica sobre material didático bilíngue para educandos surdos, além de desenvolver um curso de Libras para os profissionais e oficinas de Língua Portuguesa como L2 e Atendimento Educacional Especializado (AEE) para os surdos do Ensino Médio da Escola Estadual Osvaldina Muniz.

Durante o projeto também serão produzidos 4 Glossários de Libras nas áreas de Química, Física, Biologia e História e um software para plataforma móvel sobre os sinais das localidades de Cametá. A participação e visibilidade da comunidade surda cametaenses ganhará destaque por meio da Associação de Surdos de Cametá (ASURCAM).

Acessibilidade - Espera-se promover a inclusão e acessibilidade comunicacional e educacional dos surdos por meio da flexibilização de material didático aliado ao uso da tecnologia do Software (GESAT- TECH) e dos glossários de Libras (vídeo dos sinais - termos) nas áreas citadas.

Serviços:
Curso Produção de Material Didático para Educandos Surdos na Amazônia Tocantina 
Data: 5 de abril de 2018
Local: Campus Universitário do Tocantins / Cametá
Hora: 8h às 12h

Texto: Elizandra Ferreira  – Assessoria de Comunicação da UFPA
Arte: Divulgação

registrado em:
Fim do conteúdo da página