Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Núcleo Amazônico de Estudos Semânticos do Português (NAESP), ligado à Faculdade de Linguagem do Campus Universitário do Tocantins/Cametá, realizou a atividade “O debate acadêmico dentro de casa”

  • Publicado: Segunda, 29 de Junho de 2020, 16h35
  • Última atualização em Segunda, 29 de Junho de 2020, 16h35
  • Acessos: 20

O Núcleo Amazônico de Estudos Semânticos do Português (NAESP), grupo de estudos criado em setembro de 2019, no interior da Faculdade de Linguagem do Campus Universitário do Tocantins/Cametá (CUNTINS), desde maio de 2020 veio realizando um ciclo de webconferência para dialogar acerca das perspectivas teóricas que norteiam a pesquisa na ciência linguística. As atividades encerraram em 18 de junho de 2020.

O NAESP está ligado ao Grupo de Estudos Semânticos do Português (GESP), sediado na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), coordenado pela docente Maria Lúcia Leitão de Almeida.

O isolamento social, em função da COVID-19, impossibilitou a realização de atividades presenciais no CUNTINS. Contudo, não se desprezou a possibilidade de continuar a execução das atividades acadêmicas por meio de plataformas tecnológicas. Nesse sentido, o coordenador do NAESP, o docente Robson Borges Rua, idealizou um evento acadêmico que fosse realizado exclusivamente no espaço virtual. Essa ideia foi concretizada e surgiu o I CICO DE WEBCONFERÊNCIA.

Um dos objetivos do evento foi estabelecer uma ligação em rede entre docentes e discentes, com o intuito de promover diálogos sobre vertentes teóricas e análise de fenômenos linguísticos. Para a realização da proposta, foram convidados sete docentes de quatro Instituições Federais de Ensino Superior do país, a saber: Ivo da Costa Rosário (UFF), Silvia Rodrigues Vieira (UFJR), Janderson Lemos de Souza (UNIFESP), Doriedson do Socorro Rodrigues (UFPA), Regina Célia Fernandes Cruz (UFPA), Sidney da Silva Facundes (UFPA) e Raquel Maria da Silva Costa (UFPA).

O formato do evento se deu pela realização de uma webconferência, a cada semana, ministrada por cada um dos docentes. A realização da atividade acadêmica garantiu uma certificação aos participantes do evento, auxiliando, especialmente, os discentes que estão em fase de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), os quais necessitam de carga-horária para o cumprimento das atividades complementares.

Assim, mais do que conscientizar a comunidade acadêmica do curso de Letras a permanecer em casa, ao longo do isolamento social, o NAESP promoveu uma série de debates acadêmicos a distância, firmando um compromisso com o desenvolvimento da ciência linguística na região do Baixo Tocantins.

registrado em:
Fim do conteúdo da página