Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Histórico
Início do conteúdo da página
Institucional

Histórico do Campus

Publicado: Terça, 24 de Dezembro de 2013, 22h08 | Última atualização em Quinta, 11 de Maio de 2017, 14h23 | Acessos: 251

Conheça um pouco da história do Campus Universitário do Tocantins/Cametá  da UFPA

 O Campus Universitário do Tocantins/Cametá (CUNTINS/Cametá) é uma unidade regional da Universidade Federal do Pará (UFPA), instalada na mesorregião Nordeste do estado do Pará com autonomia administrativa e acadêmica, tendo como objetivo desenvolver o ensino, a pesquisa e a extensão por meio de cursos de graduação e de pós-graduação, regulares e intervalares, na forma do Estatuto e do Regimento Geral da UFPA.
Atualmente, o Campus de Cametá mantém os seguintes cursos:  Agronomia, Ciências Naturais, História, Letras Língua Portuguesa, Letras Língua Inglesa, Matemática, Pedagogia, Sistemas de Informação, estando presentes no interior das 10 Faculdades que integram o Campus de Cametá: Faculdade de Ciências Exatas, Faculdade de Ciências Agrárias e Naturais, Faculdade de Educação, Faculdade de Linguagem, Faculdade de Língua Inglesa, Faculdade de História.
Presente também nos municípios de Baião, Limoeiro do Ajuru, Mocajuba e Oeiras do Pará, o CUNTINS/Cametá reune professores (Doutores, Mestres e Especialistas) e técnicos da UFPA, além de funcionários cedidos pelas Prefeituras de Baião, Cametá, Limoeiro do Ajuru, Mocajuba e Oeiras.
O CUNTINS/Cametá foi inicialmente instalado, em 1987, nas dependências da Escola Municipal de 1º Grau “Maria Cordeiro de Castro”, que foi posteriormente doada à UFPA, por meio da Lei Municipal Nº 1.207, de 27 de março de 1991.
A UFPA, a partir da perspectiva de Universidade Multicampi (Instrução Normativa nº 01, de 20/01/2003), inaugurou um movimento importante entre os campi, visando alavancar o desenvolvimento regional, por meio de parcerias e socialização educacional-científico-cultural, que permitiu a rotatividade de cursos, articulação entre docentes para constituir novos cursos de graduação e de Pós-Graduação, dentre outras ações.

O CUNTINS/Cametá, articulado com essa política, tem envidado esforços para, por meio de atividades de ensino, pesquisa e extensão, ampliar sua ação e seu campo de abrangência na região, o que lhe vem requerendo, haja vista as peculiaridades, as potencialidades e o contexto sócio-histórico-econômico-político-cultural e educacional da região de Integração do rio Tocantins, maior contribuição, atuação, envolvimento, participação, orientação e formação de profissionais críticos, criativos, competentes, hábeis e investidos de conhecimentos capazes de propor, contribuir, indicar soluções, diretrizes e direcionamentos para o estabelecimento de políticas públicas voltadas à melhoria da região.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página